segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

Eficiência.

Existem momentos em que os resultados são mais importantes que o contexto no qual foram atingidos, e um exemplo clássico disso foi a vitória de ontem do Verdão por 2 x 0 no clássico contra o P. Clube, no Couto Pereira.

Imagino que não tenha sido a partida que a torcida esperava ver depois de quase um mês e meio afastada da equipe, mas o resultado foi na medida para a necessidade atual. 

Se o torcedor olhar pela razão do jogo e não pela paixão clubística, vai entender que o panorama de ontem, com a equipe adversária tendo maior posse de bola e um maior volume de jogo não era nada anormal de acontecer, pois o Verdão estava em um clássico com o time reserva contra a equipe titular do P. Clube.

Porém, apesar deste domínio territorial, foram poucos os momentos em que o adversário conseguiu de fato incomodar nosso sistema defensivo, e neste caso louve-se a segurança da zaga coxa-branca, além de mais uma apresentação segura do goleiro William Menezes, quem aliás não irá demorar para assumir a titularidade do gol Alviverde.

Além da segurança defensiva, outro ponto a se destacar foi a eficiência da equipe, que chegou pouco, mas com qualidade suficiente para fazer a diferença no placar. Primeiro com Denner, com um toque de classe na saída do goleiro Marcos após ótimo passe de Dudu. E no segundo, o oportunismo de Primão na sobra do pênalti cobrado e desperdiçado por Keirrison. 

No final, o resultado foi melhor que a apresentação de fato. Mas domínio territorial e bola na trave não interferem o resultado final, o que interessa é a eficiência do ataque coxa-branca, e este sim foi o diferencial final do placar.

Próxima rodada mais uma chance dos meninos se apresentarem perante a torcida, dessa vez contra o Cianorte. Imaginar espetáculo talvez seja mais uma vez exagerado, mas projetar uma vitória é algo natural possível e natural para este elenco. 

Um detalhe, tem jogador do elenco que precisa começar a definir se quer ou não afinal de contas assumir uma posição de destaque no time. As chances estão sendo oferecidas, e mesmo diante das circunstâncias adversas a possibilidade de destaque dos garotos neste campeonato é bastante provável. Mas parece que alguns ainda não perceberam isto. Se querem reconhecimento e crescer na carreira, a hora é agora.

Se perderem esse trem, sabe Deus quando passará novamente, se é que haverá outra chance.

SAV

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget