segunda-feira, 22 de julho de 2013

Alexdependência. Você acha isto ruim?

Está claro neste início de campeonato que o Verdão não está dividindo a liderança do brasileirão por acaso. Uma campanha tão consistente que até mesmo a torcida coxa branca levanta a hipótese de quem sabe a disputa de um novo título nacional depois de 28 anos.

No entanto, existe um argumento que está ficando chato e que vem se repetindo com frequência, inclusive em determinados momentos como um tom de crítica: o Coritiba é dependente de Alex, a chamada "Alexdependência".

E nesta hora que me pergunto: Qual é o problema de depender de Alex? Realmente tem gente que acha isto ruim? Se meu time fosse dependente de Alex em 2011 ou 2012, com certeza teríamos na galeria de títulos pelo menos uma Copa do Brasil! 

Óbvio que quando Alex sai do time é necessário se remontar o esquema de jogo. E claro, na maioria absoluta das vezes o padrão de qualidade da equipe não será o mesmo de quando o craque estiver em campo. Mas isto não é um fato inerente somente ao Coxa, mas a qualquer equipe que tenha um jogador diferenciado da maioria que o cerca!

O comentarista PVC da ESPN Brasil descreve o Verdão como "uma equipe muito bem montada, e com uma peça muito especial, que é Alex". Acho este retrato perfeito para o momento. Se a equipe toma poucos gols, não é pelo fato do Alex ajudar na defesa. Vanderlei, Chico e Jr Urso, por exemplo, são peças importantes e que tem segurado a bronca lá atrás. Ou seja, nosso craque do meio campo é o diferencial, inclusive a ponto de acharmos que existe até uma dependência, mas esta não é a nossa única virtude.

Quem lembra do time do Cruzeiro de 2003? Na época, Luxemburgo sabiamente deixou Alex sem responsabilidade de marcação, e com a ajuda de Deivid e Aristizabal do meio para frente, ganharam com sobras o Brasileirão. Aquele time dependia e muito da genialidade do meia coxa para jogar, e ela foi explorada ao máximo. E isto foi ruim? Claro que não! 

No final de tudo, concluo que as pessoas que criticam a dependência do Verdão de Alex, na verdade gostariam de padecer do mesmo mal. 

SAV

2 comentários:

  1. Falou pouco, mas disse tudo.

    Concordo 100% contigo.

    Quem critica a tal "dependência", gostaria (E MUITO) de ter um "Alex pra chamar de seu".

    ResponderExcluir

Ocorreu um erro neste gadget