sábado, 18 de maio de 2013

Como os ídolos se formam.


Pessoas que se tornam referências a ponto de serem tratadas como ídolos, na sua maioria não são apenas acima da média em suas profissões. Elas buscam ser diferenciadas em outros campos da da vida, como na formação de seu caráter, de sua moral (independente do conceito de moralidade que cada tenha), além da forma como trata sua família, etc.

Temos como últimos exemplos de ídolos no futebol brasileiro Rogério Ceni e Marcos. Muito mais do que diferenciados em suas profissões, ambos fizeram algo a mais para chegarem a serem tratados como ídolos: amaram seus clubes e foram diferenciados fora de campo, nos quais nunca tiveram problemas pessoais expostos na mídia, e sempre falavam o que seus torcedores queriam ouvir, ou seja, a verdade.

Na história atual do Verdão podemos dizer que temos realmente alguém que pode ser considerado ídolo da torcida coxa-branca: Alex. E o não são somente os 15 gols no estadual que lhe garantiram a artilharia, tampouco o título que conquistou depois de anos em sua carreira futebolística. O que sempre marcou Alex por onde passou foi o extracampo, a palavra dita com sinceridade, o exemplo como pai de família, e o relacionamento sempre direto com os torcedores dos clubes por onde passou.

Não é de graça que na Turquia Alex é tratado como um semi deus, a ponto de ter uma estátua em sua homenagem que os torcedores locais fazem questão de reverenciar. Alex fez por merecer tal tratamento, e no Verdão não tem feito menos para que mereça tratamento similar. 

Em entrevistas, quando Alex reconhece que não jogou bem, sem arrumar desculpas para justificar o mau desempenho, demonstra responsabilidade e caráter. Quando responde de forma clara a questões sobre o grupo e sobre clube, coisas que os torcedores veem e comentam todos os dias mas que o mundo do futebol insiste em encobrir, mostra respeito por sua torcida. E por tudo isso Alex também tem a condição de cobrar maior presença dos torcedores em campo, sem que ninguém se sinta ofendido, pois representar a massa coxa-branca Alex tem feito muito bem dentro e fora de campo.

E é por isso que nós torcedores, cada um dentro de suas condições, devemos fazer nossa parte para ver um Verdão cada vez maior, cada vez mais respeitado, e cada vem mais em evidência. Com a nossa união, o Coritiba sempre será mais forte, independente da adversidade que cruze nossa frente.

SAV

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget