segunda-feira, 24 de março de 2014

Dado e suas convicções.

Classificado após duas vitórias sobre o Rio Branco e aguardando o início da disputa da semi-final contra o Maringá, o Verdão terá pouco tempo para recuperação e treinamento da equipe, já que ainda não confirmada, mas provavelmente a primeira partida será na próxima quarta-feira na Cidade Canção, e a segunda no próximo domingo, no Couto Pereira.

Para esse confronto, é necessário que o Coxa faça um jogo mais consistente desde o primeiro minuto de jogo, ao contrário do que se viu contra os parnanguaras, especialmente em relação ao primeiro tempo da apresentação do último sábado, a qual é inadmissível em qualquer situação. E para que o time tenha essa consistência, além da disposição dos atletas e a condição física da equipe, é preciso que Dado reveja seus conceitos e convicções para a montagem da equipe.

A mudança tática do ataque Alviverde, alterando Roni de lado e função no ataque, simplesmente anulou a melhor contratação até o momento do Coxa. Além disso, Dado não conseguiu ainda resolver a questão do meio-campo e da vulnerabilidade da marcação existente em Germano e Gil. Com esse tipo de problema, qualquer time com 11 em campo consegue causar problemas ao seu sistema defensivo, independente da qualidade técnica do adversário.

Esse tipo de convicção já obrigou Dado a queimar substituição e ter de arrumar no intervalo a bagunça tática da equipe, sendo que  dependendo do adversário, perder um tempo de jogo pode ser fatal.

Por enquanto, Dado está contando muito mais com a sorte e a genialidade de Alex, que vem sendo o diferencial (novamente) da equipe coxa. Só que nem sempre o craque alviverde conseguirá fazer a diferença. E numa condição dessa, se Alex não brilhar, como fica?

Até agora, o time Coxa não apresentou variações de jogadas, nem opções para abrir a defesa adversária. Talvez com um jogador que dê maior segurança à frente da zaga, permitindo maior liberdade aos meias, e tendo um matador com qualidade na frente (Keirrison tem tudo para ser esse cara), o Coxa possa aspirar um futebol melhor, assim como apresentações mais equilibradas.

Mas se existe algo a ser comemorado nessas primeiras rodadas é o retorno de Keirrison, que mostra cada vez mais condição de jogo, e aos poucos recuperando aquele faro de gol que o levou a sair do Verdão e parar no Barcelona. Se as contusões o deixarem jogar, tem tudo para ser destaque desse time.

SAV

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget